Tráfico Humano existe, enfrentá-lo é a nossa missão

A Comissão Especial para o Enfrentamento ao Tráfico Humano (CEETH-CNBB), está em missão no estado de Roraima, na tríplice fronteira com a Guiana e a Venezuela. A comitiva que começou dia 17 e irá até o dia 23, visitou Paracairma, fronteira Brasil-Venezuela para escutar e fortalecer o enfrentamento ao tráfico de pessoas. Entre os objetivos da Comissão nesta missão, para além da conscientização, a mobilização para incidência política para garantir e buscar políticas públicas sobre o tráfico de pessoas.

O tráfico de pessoas que é uma violência silenciosa e dinâmico, está muito presente na tríplice fronteira, a igreja em parceria com organismos tem realizado trabalhos de enfrentamento, sobretudo em defesa dos migrantes. Para dom Evaristo Spengler, bispo de Roraima e integrante da Comissão, aproximar um trabalho de prevenção na fronteira de Pacaraima e Guiana, é trabalhar com a igreja e organismos para resgatar os direitos das pessoas que sofrem abusos e todas as violações dos direitos humanos.
“Esse intercâmbio das igrejas que estamos realizando aqui na fronteira nos coloca em perspectiva para atenção desta pauta” ressaltou dom Adilson Pedro Busin, Busin presidente da CEETH.

Fonte:  CEETH.

Fotos: Cláudia Pereira

COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email