PRESIDÊNCIA DO CELAM CONCLAMA A IGREJA NA AMÉRICA LATINA A NÃO RESIGNAR DIANTE DO TRÁFICO DE DROGAS

A presidência do Conselho Episcopal Latino Americano e Caribenho (CELAM) divulgou uma mensagem por ocasião do Dia Internacional contra os abusos e o tráfico ilícito de drogas, celebrado nesta quarta-feira, 26 de junho.

No texto, os bispos pedem para que o povo do continente não naturalize a situação gerada pelas drogas nas vidas das pessoas e na sociedade. Para a presidência do Celam, “não podemos deixar que nossos corações se encham de medo ou que entorpeçam nossa capacidade de reconhecer que o presente e o futuro da sociedade estão em jogo”.

Os bispos lamentam que, enquanto o problema cresce, ganham destaque as propostas que buscam legalizar a produção, o consumo e a distribuição de drogas como resolução para esse desafio.

Na mensagem, encorajam a Igreja e os povos da América Latina e do Caribe a não se resignarem e a continuarem a se organizar para cuidar da vida, pois estão convencidos de que toda a vida humana é sagrada e que cuidar da vida é o caminho alternativo ao domínio do dinheiro.

Como experiência concreta, o Celam lançou, há dois anos, a Pastoral Latino-Americana para o Acompanhamento e Prevenção de Vícios. A iniciativa tem a intenção de reunir todos os espaços que se organizam para cuidar da vida na região.

Fonte: CNBB

Confira matéria completa na integra

COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email