Diocese de Picos

A Diocese de Picos, é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica Apostólica Romana, criada aos 28 de outubro de 1974, pela bula “Neminem Latet”, do Papa Paulo VI, desmembrada da Diocese de Oeiras. A nova Diocese, com sua área geográfica de 23.121 km², ficou constituída por 17 municípios, que formaram 5 paróquias, servidas por 8 sacerdotes. O principal incentivador da criação da Diocese foi o Bispo de Oeiras, na época, Dom Edilberto Dinkelborg.

Em 21 de Setembro de 1975, com a instalação da Diocese, tomou posse seu primeiro Bispo, Dom Augusto Alves da Rocha, que governou até o ano de 2001, quando foi transferido para a Diocese de Oeiras-Floriano. No período de vacância a Diocese de Picos foi administrada pelo Padre Francisco Bezerra Neto, até que foi nomeado e tomou posse, em 31 de janeiro de 2004, o segundo Bispo de Picos, Dom Plínio José Luz da Silva.

No dia 15 de setembro de 2015, a Diocese comemorou seus 40 anos de fundação. Na ocasião, aconteceu a Missa no Adro da Igreja Catedral de Nossa Senhora dos Remédios, presidida pelo Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello e contou com a presença dos Bispos do Piauí, grande número de presbíteros, leigos e milhares de pessoas.

Atualmente, a Diocese conta com 21 Paróquias e 07 Áreas Pastorais.