Clero diocesano de Picos vivencia retiro espiritual anual

No período de 18 a 22 de fevereiro de 2019, o Clero da Diocese de Picos vivenciou o Retiro Espiritual Anual. O Retiro do Clero é uma oportunidade em que o Bispo Diocesano e todos os padres presentes na Diocese têm para avaliar a caminhada sacerdotal e se abastecer espiritualmente a partir das pregações, momentos de reflexão, Adoração ao Santíssimo Sacramento e Celebrações Eucarística.

O encontro aconteceu no Centro de Treinamento Padre Tony Batista, bairro Socopinho, Teresina – PI e teve como pregador o Revmo. Frei Bernardo Brandão, OFM, que atualmente é pároco da Paróquia Nossa Senhora da Glória, em São Luís – MA. Na noite da segunda-feira (21), no início do retiro, o pregador convidou o Clero a entrar em oração a partir do convite de Jesus: “Venham comigo para um lugar deserto” (Mc 6,31) a fim de renovar a convicção de cuidar do povo de Deus.

O retiro teve como tema para meditação e reflexão a Carta do Papa Francisco sobre a santidade no mundo atual, Gaudete et Exsultate, apresentada em 19 de março de 2018, solenidade de São José. O pregador direcionou a reflexão do Papa sobre a santidade aos sacerdotes, como ministros de Cristo e, portanto, os primeiros a experimentar o convite de Jesus: “Sede santos”.

No dia 19, terça-feira, tematizou as bem-aventuranças como proposta radical de vida para a santidade. Neste sentido, o clero celebrou junto a Santa Missa ao entardecer e à noite vivenciou o momento mariano, motivado pelo número 115 do Diretório para o ministério e a vida dos presbíteros, que aponta Maria como modelo e refúgio da vida sacerdotal.

No dia 20, quarta-feira, a colocação do pregador apontou para a necessidade de um Projeto de Vida Sacerdotal, que resulta no propósito de uma permanente conversão do coração para cuidar com generosidade ao povo de Deus. A estruturação de tal projeto foi abordada a partir do capítulo cinco da mencionada carta do Papa: firmeza interior, alegria, ousadia, comunhão e oração. Estes passos iluminados pela luta, vigilância e discernimento, apontados no último capítulo da Exortação Apostólica. Conclui-se o dia com o momento penitencial, onde cada sacerdote pode aproximar-se do sacramento da confissão.

Após o convite de Jesus a retirar-se, este encontra-se novamente com a multidão e em sua compaixão a percebe como “ovelhas sem pastor” (Mc 6,34). Assim, o retiro constitui-se como um momento de encontrar-se com o Mestre para em seguida cuidar do povo de acordo com os seus ensinamentos. Dessa forma, o clero diocesano preparou-se para “cuidar dos cuidadores”, como indica uma das prioridades pastorais da Diocese de Picos.

PASCOM Diocesana

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Palavra do Bispo

Dom Plínio

Diocese de Picos

Calendário

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹abr 2019› » 

Facebook

Share This
Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!